Candidatos do Conselho Tutelar de PG passam por curso de qualificação

Para conhecer a função de um conselheiro tutelar foi que candidatos aprovados para concorrer ao cargo em Praia Grande passaram por capacitação no último dia 29.  LATERAL Conselho Tutelar 

As qualificações foram realizadas pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA)  e durante o curso participantes receberam informações do promotor da Vara da Infância e Juventude, Carlos Cabral Cabrera, que falou sobre o papel do conselheiro na Cidade. Houve também a presença de representantes das Secretarias de Educação (Seduc), Assistência Social (Seas) e Saúde Pública (Sesap).

De acordo com o edital, os candidatos que não participaram do evento tiveram suas candidaturas indeferidas. Segundo o presidente da CMDCA, Augusto Schell, houve 14 indeferidos e 42 deferidos.

Os candidatos foram definidos no último dia 27 e tiveram os nomes divulgados pelo Jornal Gazeta do Litoral e no site da Prefeitura de Praia Grande. Desde então os inscritos estão autorizados a fazer propagandas. O edital informa que é proibido pintura e pichar letreiros ou outdoors em vias públicas, muros e paredes de prédios públicos. Também está vedada a formação de chapas, bem como se associar a qualquer partido político ou instituição.

Para Shell, os principais erros cometidos durante a campanha serão fiscalizados. “(As propagandas) acontecem de maneira semelhante a de um vereador, então também não podem usar autofalante, rádio ou TV para divulgação. Agora teremos que aguardar os próximos meses, fiscalizar e averiguar as possíveis falhas”, disse o presidente.

São permitidas faixas apenas em propriedades particulares e também é autorizada a distribuição de panfletos, desde que não sejam afixados em prédios públicos. Camisetas, bonés e outros objetos são liberados, mas não devem ter conteúdo ofensivo.

As propagandas acabam em 3 de outubro, três dias antes das eleições, que ocorrem em 6 de outubro. No dia, qualquer candidato pego em campanha pode ter sua candidatura cassada.

LOCAIS – Ao todo 13 escolas municipais serão sedes de votação: E.M. Estina Campi Baptista (Canto do Forte), E.M. Carlos Roberto Dias (Boqueirão), E.M. Ronaldo Sérgio Alves Lameira Ramos (Sítio do Campo), E.M. Roberto Mario Santini (Guilhemina), E.M. Professora Maria Nilza da Silva Romão (Vila Sonia), E.M. José Padin Mouta (Tupi), E.M. Sebastião Tavares de Oliveira (Quietude), E.M. Valter Salerno (Ocian), E.M. Paulo Shigueo Yamauti (Anhaguera), E.M. Domingos Soares de Oliveira (Ribeirópolis), E.M. Doutor Wilson Guedes (Samambaia), E.M. Mário Possani (Caiçara) e E.M. Doutora Ana Maria Babette Bajer Fernandes (Real).

Cada eleitor votará em dois candidatos por meio de cédulas de papel, apresentando documento com foto e o título de eleitor. 

O Conselho será composto por dez membros titulares e dez suplentes. O mandato é válido por quatro anos, isto é, de 2020 a 2024, e terá uma quantidade maior de membros eleitos devido a nova unidade instalada na Cidade este ano, dividindo os trabalhos entre a parte sul e norte. O Conselho Sul atenderá a 406ª Zona Eleitoral, que abrange do Ocian a Solemar; e o Conselho Norte, a 317ª Zona Eleitoral, entre Tupi e Canto do Forte.

Caso o conselheiro eleito seja servidor público será proibido o acúmulo de remunerações, devendo optar por qual valor deseja. Não será possível assumir o cargo de forma simultânea a outro cargo eletivo.

O edital e os locais de votação podem ser acessados no site http://www.praiagrande.sp.gov.br/PraiaGrande/orgao_conselho.asp?cd_pagina=305&cdConselho=6. A Casa dos Conselhos fica na rua Xavantes, n° 51, bairro Tupi, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h30.

08/08/2019

Texto: Larissa França

Foto: Divulgação/PMPG

 

Ecovias

ecovias