Marcos Diabo conquista ouro em Campeonato Brasileiro da modalidade

Atleta venceu pela categoria máster 2, acima de 140 kg, 46 anos

O que era para ser apenas a prática de um exercício se tornou uma chuva de medalhas para o atleta Marcos Feliciano Pereira dos Santos, conhecido como Marcos Diabo, que ganhou medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Powerlifting, competição de levantamento de peso que terminou no último dia 14, no Centro Esportivo e Recreativo Rebouças, em Santos.0508 B

O morador de São Vicente conquistou a disputa pela categoria máster 2, acima de 140 kg, 46 anos. No evento houve a participação de mais de 100 pessoas não só da região e do Estado como também do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e Paraíba.

Em quase um ano de disputas no esporte esta é a terceira medalha de ouro que levou para casa, sem deixar até agora de subir no topo do pódio. A vitória nacional foi possível após classificatória que obteve com o ouro no Campeonato Paulista desse ano e agora já garantiu lugar para o Pan-Americano que acontece em setembro na Colômbia e caso avance nas pontuações terá vaga para o Mundial, em outubro, na Eslováquia.

O Powerlifting é subdividido entre as modalidades de agachamento, supino e levantamento terra. Além das disputas citadas conquistou também o Campeonato Brasileiro de Supino e Levantamento Terra no ano passado evento em que estreou e de primeira mostrou talento e força.

Embora haja a disputa latina, a próxima competição que Marcos participará será novamente o que estreou e buscará o bicampeonato em 17 e 18 de agosto em Santos. “Agora estou me preparando e me sinto mais seguro. Tenho foco porque os resultados são consequência dos treinamentos e trabalho para isso e trazer o melhor no dia”, comentou.

CARREIRA – O número de medalhas neste curto período de tempo pode até parecer sorte de principiante, mas se enganam aqueles que pensam que foi apenas acaso. Por ser apaixonado por atividade física o levantador de peso sempre teve uma vida ativa e praticou musculação.

Além disso o Powerlifting só entrou em sua vida como forma de complementar outro esporte que joga há sete anos: o futebol americano. “Recebi um convite para ser jogador pelo Santos Futebol Clube, que é o time Santos Tsunami. Foi quando participei da seletiva em 2012 no Centro de Treinamento (CT) Rei Pelé e passei. Como o esporte tem muito contato e exige força, passei a levantar mais peso para agregar ao futebol. Por atuar na linha de defesa preciso ter mais de 140 kg e foco sempre”, relembrou.0508C

Santos Tsunami Pelo Tsunami participou de três campeonatos brasileiros (BFA) e quatro paulistas e da Copa Baixada Santista em que ano passado levaram o título.

Para o segundo semestre, o time vai em busca da segunda conquista da Copa Baixada Santista, que tem previsão de início em agosto.

Mesmo em meio a várias atividades o atleta é comerciante e acreditar dividir bem a rotina. “Como trabalho meus treinos no peso acontecem de três a quatro vezes por semana durante uma hora e meia e os ensaios do Santos são aos sábados das 14h às 18h, então consigo conciliar. Foi algo que se encaixou, a diferença é que treino para competir em mais locais ao em vez de só me ajudar no desenvolvimento dentro do campo.”

O atleta treina na Academia Asa e tem apoio da Loja Forno e Fogão (Clélia e Luana), Marteck e vice-presidente do Santos, Orlando Rollo.

 

Ecovias

ecovias