Circuito Backfish Amador agita a praia do Caiçara

Após adiarem competições, as baterias movimentaram a Cidade no último fim de semana

 

Mais uma etapa do 3º Circuito Backfish de Surf Amador 2017 foi realizada e agitou o mar da praia do bairro Caiçara em Praia Grande, no último fim de semana, dias 9 e 10.

Os dois dias de baterias definiram os vencedores da fase no último domingo, dia 10. Durante o evento, foram realizadas a primeira e segunda fase devido ao adiamento pelas condições climáticas ruins durante as competições, que foram iniciadas em 15 de julho.

Os três primeiros colocados em cada categoria da segunda etapaforam: na open, 1º Matheus Dutra, 2º Rodrigo Silva e 3º Rafael Moisés; na júnior, 1º Alex Soares, 2º Gabriel Nieba e 3º Cláudio Stanisci; na mirim, 1º Gustavo Giovanardi, 2º Gustavo Mattos e 3º Matheus Lima; na iniciante, 1º Gustavo Giovanardi, 2º Renan Rodrigues e 3º Lucca Cassemiro; na estreante, 1º Daniel Duarte, 2º Everton Freitas e 3º Yuri Campos; na petit, 1º Daniel Duarte, 2º João Vitor e 3º Thiago Doncev; na máster, 1º João Carlos Chaves, 2º Anderson Robert e 3º Fabio Porto; na longboard, 1º André Martins, 2º Marcos Silva e 3º Adriano Camargo; na feminina, 1ª Pamela Mell, 2ª Carol Bastides e 3ª Giovanna Freitas.

Segundo uma das integrantes da Associação Praia Grande de Surf (APGS), organizadora do evento e responsável pelas inscrições dos atletas, Soraia Nascimento Fraga, a competição foi um sucesso. “É muito gostoso e satisfatório ver que depois do esforço tudo deu certo. Participaram atletas do Instituto Medida, Litoral norte, e Baixada Santista. Isso faz com que Praia Grande seja conhecida e bem vista”, comentou.

Devido ao adiamento de parte da primeira etapa, o número de vagas teve que ser diminuído, contando com a participação de aproximadamente 80 surfistas, e cerca de 120 participaram da primeira em julho.

A terceira etapa do circuito já está previamente programada para os dias 4 e 5 de novembro, entretanto pode ser modificada ao longo dos meses. Soraia explicou os motivos. “As datas não dependem de nós, e sim do calendário da Federação Paulista de Surf que sempre está sujeito a alterações, seja caso as condições do mar estejam ruins ou se houver outros campeonatos no mesmo dia”, esclareceu. 

O evento é organizado pela APGS, apresentado pela MGQ com apoio da Federação Paulista de Surf (FPSurf), Prefeitura de PG, Okdok, Fu WaxHouse, Riu Kiu, Pranchas Renato Barqueta, Casa das Bombas, Extra Supermercados, Compact Surfboards, Riptide, Perfect Waves Brasil, Instituto Mix, Megatons, Luiz Fraga, Uluwatu, Cristal, Dennis Pizzaria, Box Progresso e DV Comunicação Visual.


Larissa França

 

 

Ecovias

ecovias