Biblioteca recebe equipamentos para auxiliar deficientes visuais em Itanhaém

Iniciativa do Estado deve se estender a todas as unidades da Baixada Santista

A biblioteca municipal de Itanhaém, Poeta Paulo Bomfim recebeu esta semana equipamentos de tecnologia assistiva — termo ainda considerado novo que é utilizado para identificar todos os recursos e serviços que contribuem para proporcionar ou ampliar habilidades funcionais — promovendo inclusão das pessoas com deficiência visual no local.   

A iniciativa é do Governo de São Paulo, por meio da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O programa é firmado por meio de parceria entre a pasta e o Fundo de Interesse Difusos (FID) da Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado.

O objetivo é ampliar futuramente o projeto de leitura para as 62 bibliotecas municipais existentes por toda São Paulo, incluindo as nove cidades da Baixada Santista. A unidade de Itanhaém recebeu ampliador automático, scanner leitor de mesa, teclado ampliado, mouse estacionário, software de voz sintetizada para atuação com o software leitor de tela NVDA e computador.

 Para a moradora de Itanhaém Jaqueline Nogueira Viana, será uma ação de sucesso. “Não sabia que esse projeto seria feito, porém, acho muito interessante e inovador. Vai tornar o ambiente acessível para todos, além de ser um incentivo a inclusão”, comentou.

As unidades beneficiadas com tais aparelhos foram participantes do Concurso Acessibilidade em Bibliotecas, cujos interessados elaboraram um projeto de como pretendem ampliar a frequência de usuários com deficiência em sua unidade e forneceram informações sobre o funcionamento da unidade. Os projetos foram selecionados por uma comissão julgadora.

 As cidades ganhadoras devem efetuar uma pesquisa de satisfação junto aos usuários dos equipamentos, apresentar relatório semestral sobre o número de pessoas que os utiliza e as ações desenvolvidas com base nos equipamentos disponibilizados.

Além disso, é preciso assegurar a assistência e manutenção ao longo do tempo. Após a entrega dos equipamentos, as bibliotecas precisarão indicar dois servidores para participar de um workshop de capacitação para manusear os equipamentos ministrado pela Secretaria responsável.

Larissa França

 

 

Ecovias

ecovias