Viagem Literária chega à décima edição e passa por três cidades da região

Danielle Martins

O programa Viagem Literária, iniciativa do Governo do Estado de São Paulo que leva uma intensa programação cultural para bibliotecas municipais e comunitárias do interior, litoral e Grande São Paulo, comemora 10 anos em 2017 e irá levar 340 atividades para 85 municípios paulistas.

Na Baixada Santista, apenas três cidades irão receber o programa, Cubatão, Itanhaém e Praia Grande.

Para o Secretário de Cultura do Estado, José Roberto Sadek, o programa promove a descentralização do atendimento cultural em municípios onde muitas vezes a biblioteca é o único equipamento cultural. “O Viagem Literária reforça o conceito de “biblioteca viva”, que incentiva as bibliotecas a participarem do cotidiano dos seus frequentadores e a se tornarem um elemento vivo da vizinhança. A ideia é que esses espaços sejam, cada vez mais locais dinâmicos com diversas formas de acesso à cultura, estímulo ao pensamento e à autonomia”.

Serão cinco módulos de atividades: capacitação das bibliotecas participantes em São Paulo, que acontece no mês de abril, eventos de contação de histórias no mês de maio, bate-papo com escritores de literatura adulta em junho, conversa com autores voltados ao público infantojuvenil em agosto e, por fim, o módulo de escrita criativa que vai de setembro ao mês de dezembro.

 “O Viagem Literária tem um caráter estruturante para as ações de mediação de leitura em bibliotecas. Uma de suas principais missões é contribuir para a dinamização da programação cultural local, gerando desdobramentos residuais a partir do que promovemos em cada temporada”, conta o Pierre André Ruprecht, diretor executivo da SP Leituras.

Lançado em 2008, o Viagem Literária integra o conjunto de ações do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de S ão Paulo (SisEB) e já foi prestigiado por mais de 285 mil participantes, entre adultos e crianças.

Em breve vão ser anunciados os escritores e contadores de histórias participantes. O Viagem Literária é gerido pela Organização Social SPLeituras, responsável também pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Estado de São Paulo (SiSEB), a Biblioteca de São Paulo e a Biblioteca Parque Villa-Lobos. Para mais informações, acesse: www.viagemliteraria.org.br.

 

Crédito: Divulgação / Governo do Estado de São Paulo

 

Ecovias

ecovias