Adolescente suspeita de matar empresário é encontrada após 3 meses

Foi encontrada na noite dessa quinta-feira, dia 04, em Franco da Rocha, na Grande São Paulo, a menina de 15 anos suspeita de matar um empresário durante um assalto em Praia Grande. O crime aconteceu durante um congestionamento na avenida Roberto de Almeida Vinhas. A captura aconteceu após três meses de procura e a menor foi encaminhada para a Fundação Casa nesta sexta-feira, dia 5.

O delegado responsável pelo caso, Luis Evandro Medeiros ressaltou que a jovem estava com mais outros dois suspeitos dentro de um veículo em alta velocidade. Ele explica que ela foi encontrada por volta das 23h. O delegado ressalta que o Juíz da Vara da Infância decretou a internação da jovem há cerca de três meses.

Após a captura, a adolescente acabou confessando o ato infracional compatível ao crime de latrocínio (roubo seguido de morte).

 

CASO – Uma adolescente de 14 anos matou um turista de São Paulo no dia 6 de janeiro em Praia Grande. O empresário Rafael Abbatipietro Nunes Rosa, de 29 anos, foi baleado após tentar reagir a um assalto durante um congestionamento na avenida Roberto de Almeida Vinhas.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o empresário havia parado para pedir informações para um homem sobre como chegar a via principal. O mesmo homem teria voltado minutos depois, acompanhado da jovem que, segundo testemunhas, teria anunciado o assalto.

A assaltante queria a corrente de ouro e o relógio do turista, que segurou a mão dela e pediu que não levasse nada. A jovem acabou se irritando e deu um tiro no peito do turista. A criminosa não conseguiu levar nenhum pertence da vítima. A vítima ainda conseguiu sair do carro e correu atrás da menina, mas não aguentou e caiu na avenida. A esposa do turista levou a vítima baleada para o Hospital Irmã Dulce, onde o turista chegou ainda com vida, mas não resistiu ao ferimento e morreu

 

Ecovias

ecovias