Marcos Martinz percorre oito escolas com livro Até que a morte nos Ampare e faz sucesso com os alunos

Projeto aprovado em agosto pelo Departamento de Educação consistiu em implantar o livro nas escolas da Cidade

O ator, diretor e roteirista, Marcos Martinz percorreu oito escolas no fim de setembro, sete delas em Mongaguá e uma em Praia Grande, com seu livro Até que a Morte nos Ampare. Com apenas 18 anos, o sucesso foi tanto que em cada escola que chegava, Marcos recebia presentes, desenhos da Rosinha (personagem do livro), alunas caracterizadas como a personagem, abraços e até alunos emocionados. Para se ter uma ideia, até fã clube foi criado. Projeto aprovado em agosto pelo Departamento de Educação consistiu em implantar o livro nas escolas da Cidade.

As rodas de conversas foram destinadas para os alunos dos 9° anos da rede pública de Mongaguá. O evento fez parte do ‘Setembro Amarelo’ e toca em assuntos como a depressão na juventude. As escolas que receberam o projeto foram: EMEFs Vera Cruz, Sirana Koukdjian, Jacoub Koukdjian, José Carlos, Regina Maria, Hortência e José Cesário. Além da escola de Praia Grande, E.M. Felipe Avelino Moraes.

Os estudantes foram convidados a realizar atividades artísticas e literárias baseadas na história. Na EMEF José Cesário, que recebeu o evento na quinta-feira, dia 26, a atividade escolhida foi o teatro. Outras escolas realizaram atividades como poesias, trabalhos escritos, entre outros.

Após acabar a palestra em uma das escolas, Marcos ficou emocionado com algo um bilhete que recebeu. “Pensei ser mais algum bilhetinho fofo de leitor e deixei com os desenhos e presentes. Depois li com calma e desatei a chorar. ‘me chame por favor, preciso conversar com alguém que realmente se importe’. Chorei porquê este é meu propósito, este é o propósito do meu livro. Este é o trabalho que quero fazer. No meio de toda aquela galera, teve alguém precisando de ajuda, não só isso, essa pessoa sentiu confiança em me comunicar”.

O autor anda recebendo diversas mensagens em suas redes sociais de jovens depressivos e que de alguma forma estão se sentindo acolhidos com seu trabalho literário. “Só tenho 18 anos e jamais pensei estar hoje podendo ajudar, pois também já precisei de ajuda. Isso só mostra que realmente não posso desistir e que bom que não desisti. Peço que meus leitores não desistam deles mesmos. Não paro de me emocionar com à proporção que este projeto tomou, ver fãs do meu livro e do meu trabalho é gratificante. Quero que os jovens saibam que tudo na escola pode parecer brincadeira entre amigos, mas não é. Olhe ao lado e tenha mais empatia. Vamos juntos ajudar e falar sobre depressão para retirarmos o poder dela”, finaliza Martinz.

O sucesso de seu livro em Mongaguá foi tanto que até fã clube ganhou. Giovana Aparecida de Souza inclusive só teve elogios para o autor. “O Marcos me transmite muita confiança. Acredito que por ser novo e mente aberta. O livro me ensinou tanta coisa, mostrou que não precisamos desistir do que queremos para fazer algo que alguém quer. Ele quebra o tabu de que a morte é horrível, a morte acaba sendo praticamente um anjo da guarda da Rosinha. O livro aborta a depressão de um jeito que chama mais atenção e faz as pessoas pararem para pensar. Precisamos ser melhor a cada dia e isso eu pude aprender bem lendo ele, a sempre evoluir e nunca parar no tempo”.

Nayara Faria ficou encantada com a ida de Marcos para sua escola. “Fiquei tão feliz de conhecê-lo. Ele transmite segurança para todas as pessoas, ele tem um coração enorme. O livro me firmou mentalmente, para que eu possa ajudar as pessoas que sofreram de depressão”.

Marcos passou tanta confiança aos alunos das escolas que transformou o pensamento de cada um ali. “O Marcos é uma pessoa incrível. Quando estou com ele, me sinto bem, confortável e segura de uma forma que não pode ser explicada sabe?! E sinceramente, precisamos de mais pessoas assim no mundo, pessoas que conseguem transformar vidas com poucas palavras. Ele me ajudou e é por isso também que amo o trabalho dele e a forma que ele trata todos nós. Não tenho nem palavras para explicar o quanto foi bom ler o livro, pois me ajudou a ter uma nova visão sobre a vida e sobre nossos atos, não só aqui na terra, mas espiritualmente também.”, finaliza Noemia Cardoso, uma de suas fãs.

Para Fernanda Santos Tereza, a energia do Marcos transformou a vida dela. “O livro dele me deu muito curiosidade para conhecer outros livros, pois antes não tinha interesse em leitura. Ele parece ser aquelas pessoas que quando chega a um lugar, elimina tudo, toda tristeza, agonia”.

SOBRE – O livro conta a história de Rosinha (a noiva do livro) morre no dia de seu casamento e está amaldiçoada a reviver essa tragédia por toda a eternidade. Para quebrar esse circulo vicioso, cheio de flores, bolinhos, convidados e uma morte horrível, ela precisa descobrir que é o seu assassino. Até que a Morte nos Ampare é seu primeiro pela Editora Skull e já se tornou o único best-seller da editora. Só em agosto, 250 livros foram vendidos.

 

O livro está disponível para compra na Lojas Americanas, Submarino, Saraiva e redes sociais. Para saber mais acesse: www.facebook.com/AtorMarcosMartinz.

 

 

Ecovias

ecovias